4 de mai de 2010

Anjos Tortos (Jurandir Bozo)



Desfaz-se a inconsciência
Vidram os olhos no pulso de vida
Compassadamente ritmava o ar
E mesmo com o cheiro forte
Se lambem puderes
Amorais, buscam juntos
O inferno dos desejos
Pois o céu ainda esta calmo demais
Para saciar almas inquietas
Que só querem se amar
No mais marginal dos sentidos

Nenhum comentário: