20 de ago de 2016

Sina (Jurandir Bozo)



Assim
Meio que arrancando
Extraído
Chão
Queda
Moral
Ética das pretensões
Vaidade
Avareza
Bem mais que um pouco de nos
Correntes
Rios e grilhões
Represa
O que não mais deságua
Recordações
Saudades
Peito encaliçado
Suprimido
Mudo
Tradição da complacência
Conivência
Politicagem
Ganhos e lucros
Resultado
Dominação
Hegemonia
Etnias que se esquecem
Miscigenação
Liquidificador
Modernidade
Arco-íris
Cor de gente
Bronzeado
Trabalho
Suor
Esforço e lagrimas
Sonhos
Ideais
Esperança que não se acaba
Persistência
Aprendizagem
Vocabulário
Soletração
A noticia que grita nas ruas
Realidade
Vídeo e som
Poesia
Historia
Roda
Destino
Inicio
Meio e fim
Mortos e feridos
Sequelas
Flores e funerais
Nascimento
Continuidade
Ciclo
Vida
Sina