25 de ago de 2010

O Fato é Feto! (JurandirBozo)




Surpreso eu lia suas frases

Como uma sentença ao fim de uma fantasia

Fim da paixão poética que seus encantos provocavam

- Eu sempre exagerado-

Mas de súbito um sorriso me tomou a face

Era mais lindo recado que poderia ler

E eu o via colorido e cheio de estampas de bichinhos

Num tom de amarelo bem sutil

Assim entre a nossa distancia e felicidade mais intima

Que se propagara em vida

Explodindo em hormônios

Sua beleza multiplicada

Gerando um, talvez ate dois, três quem sabe...

- Como será essa futura mãe?

Será que seus conceitos de mundo se manterão?

Com um filho tudo muda tanto...

Mas fico eu a imaginar

Uma mãe carinhosa

Com um riso de alface entre os dentes... (lembra.) rs...

Cheia de amigos e conselhos

O fato é feto e o feto é seu

Cresce ganha forma, se alimenta de do que você é

Então purifique seus sentimentos

Limpe as lembranças e leve a ele a calmaria do seu olhar

Pois seus encantos múltiplos se amplificarão

Como mulher e como mãe

 A perene musa das minhas fantasias poéticas

14 de ago de 2010

Atual (Jurandir Bozo)




Suado, cansado das horas
Relógio prolixo, cigarro amargo
Já não mais me lambuzo com os chocolates
Nem faço e prendo fumaça
Dou gargalhadas e choro só
Choro rindo do que a pouco vivi
Do adeus, da ultima foda
E não era pra ri?
Me diz você...