22 de fev de 2015

Abracadabra (Jurandir Bozo)

(Leia ouvindo: Coldplay - Magic) 

Feito um passe de magica você apareceu
Eu cheguei e já estava lá
E lhe ver foi tão bom
Que todos os sentimentos
Que pensei ter perdido
Estavam ali
Na luz do seu sorriso
Sorriso vasto
De amplo significado
De luz intensa
Que ofusca todos os defeitos
Que ainda possam surgir
E assim quase tonto
Sem jeito
Feito um menino que conheceu
Busquei o arquivo mais próximo de seus olhos
Aquele guardei na memoria
Do fundo do peito
Assim entre meus óculos e suas lentes
Nossa profundidade
Um breve silencio
Seus mistérios
E neles fui mansinho
Fugindo da saudosa vontade
De percorrer seus caminhos
De sentir suas estradas e curvas
Assim feito às linhas de sua mão
Meus olhos entrelaçados
Buscavam na implicitude do seu decote
Só mais um pouco de suas historias
Só mais um pouco de sua pele
Só mais um pouco de sua beleza
Suprindo ausências
Suprimindo carências
Buscando consolidação
De discurso abio
De retorica rebuscada
Librianos
Charmosos
Inteligentes
Egocêntricos
Infiéis
Autênticos
E ninguém espere entender-nos
Ninguém tente nos compreender
Nosso dialeto foi construído ali
Sem gramatica
Com vida
Mentiras e verdades nossas
Uma historia que nasce e morre aqui
Onde eu menino lhe buscava em sonhos
E feito um magico
Guardava em absoluto segredo
A magia que você despertava em mim