6 de mar de 2012

Somos Mais... (Jurandir Bozo)



Ninguém sabe mais que eu
Quão profundas são as tuas ondas
Como elas atravessam as noites
Feito um tiro que acerta meus sonhos
Meus pensamentos, minhas vontades
Me deixado acordado
Tonto em meio às certezas de outrora
Onde tudo parece resolvido
Quando comparado aos teus beijos
Aos teus toques
Ao som quase rouco da sua voz
Minhas resoluções destoam
Diante da gigantesca lembrança
Que teu cheiro deixou em mim
Diante de tua beleza
Todo resto do poema se encolhe
E eu menino perdido
Fazendo “mal criação”
Lutando para não lembrar
Lutando por me sentir dominado
Pela tua mais plena liberdade
Mas não tenho a pretensão
De com palavras tocar-te os seios
E com elas descobrir teus segredos
Tão pouco de abri-los
Ate alcançar teu coração
E nele tatuar meu nome
Antes de querer ser eterno
Quero apenas ser presente
Que o esquecimento nunca te leve de mim
Eu juro ser para todo sempre
O que antes combinamos sentir
O que é mais verdadeiro em nos
Coloridos ou preto e branco
Somos mais que “ficantes”
Somos mais que namorados
Mais que amantes
Somos amigos.



2 comentários:

Anônimo disse...

Pow...muito lindo esse!Adorei


Lela

Jurandir Bozo disse...

Grato!